Publicado em 17 de abril de 2012, em artigos, sociedade e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Não poderia ter sido melhor analisado e muito bem colocado.

  2. Sabe o que eu mais achei estranho no texto do Camilo? Ele ter – sabe-se lá por quê? – feito questão de citar trecho do livreco do picareta americano que usa o velho conhecido “pânico moral” pra inflamar ainda mais a homofobia citando a “devassidão sexual das bichas”

    Fico imaginado que Freud explica o porquê alguém que (como sempre)inicia seu texto ou seu tuite com o famoso e manjado “sou contra qualquer tipo de preconceito, mas…” fez questão de destacar aquele trecho da picaretagem homofóbica.

    Acho muito interessante um hétero que não faz nada pela causa se sentir tão incomodado quando algumas pessoas DIRETAMENTE atingidas pela campanha incessante desse auto-intitulado “inimigo nº 1 dos gays resolvem reagir.

  3. Ótimo texto, mas muito longo! Sua argumentação está excelente, porém isso precisa ser lido pelas pessoas que são contra o boicote, inclusive gays. Acho que o parágrafo que começa com “Este é um boicote para que uma empresa…” já resume bem o texto e inclui os principais argumentos… espalhando este parágrafo na internet já estaria perfeito. Então, desculpe a sinceridade, mas se quiser que seu texto faça refletir, primeiro ele tem que ser lido, então seja mais sintético!

  4. Perfeita análise, lúcida, coerente, imparcial, que coloca tanto o porquê do evento, como nos faz refletir para além do evento.

  5. Ótimo texto. é necessário discutir constantemente posturas homofóbicas atrás de textos pretensamente neutros. Luiz aqui derruba os ridículos argumentos validando um apoio a Silas Malafaia, um melquetrefe.

  6. Olá, quero parabenizar pelo texto e fazer uma pequena sugestão: mude a fonte do texto, ela é cansativa e não facilita a leitura! No mais, parabéns!

  1. Pingback: Bule Voador » Três respostas a Silas Malafaia

  2. Pingback: Avon retira livros da editora de Silas Malafaia do seu novo catálogo

  3. Pingback: Gays na mídia ou debates sobre homossexualidade: qual o “outro” lado? | revista o Viés

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: