Arquivos do Blog

A história de um soldado (gay)


Autor: Wayne Drash

FonteCNN U.S.

Tradução e IntroduçãoLuiz Henrique Coletto

Também publicado em Bule Voador.

Andrew Wilfahrt. Fonte: Courage Campaign.

A reportagem abaixo segue a mais forte tradição do jornalismo americano: telling a story – não gratuitamente, reportagem é equivalente à story em língua inglesa. O texto de Wayne Drash, da CNN, conta uma longa história sobre Andrew Wilfahrt, um jovem dos EUA que aos 29 anos decide entrar para o Exército. Com uma narrativa que tem a cronologia histórica quebrada, ancorando-se numa cronologia psicológica e dramática (de enredo), a história revela a vida de um jovem homossexual que tinha tudo para ser brilhante naquilo que quisesse – e que surpreendeu dentro e fora do Exército por ter escolhido ir para lá. Também revela os bastidores de um estado, Minnesota, em que as figuras políticas mais proeminentes do Partido Republicano fazem uma guerra de longa data contra os direitos civis da população LGBT.

Há quase um ano, foi postada aqui no Bule a história de Chimamanda Adichie, uma escritora nigeriana que alertara sobre os perigos das histórias únicas. Penso que a história do Andrew – e não só a dele, mas as de todos os personagens e cenários que se cruzam nesta reportagem – vá num mesmo sentido. Creio que para além das verdades e das formulações conceituais que tantos debates nos propiciam como processo formativo e axiológico diante do mundo, é importante não esquecer de que há muito mais nuança do que imaginamos em quaisquer categorizações, sobretudo quando dizem respeito às pessoas. Uma destas ideias formadas que me parece muito nociva é a do antiamericanismo que confunde pessoas com ideias. Criticar as políticas internacionais, a visão de Estado do EUA em relação a outros países, seus métodos, seu ímpeto imperialista pouco refreado… é absolutamente diferente de homogeneizar uma população tão diversa quando a brasileira ou qualquer outra. Leia o resto deste post

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: